quarta-feira, 1 de maio de 2013

Onze e dezoito!

É tudo tão complexo...
Escrevendo mil textos, contando o mesmo problema.
Você é meu problema. Você... sempre trazendo à tona o que eu sempre tô querendo deixar pra trás.
Um enorme martírio de uma estória que nunca tem fim.

Talvez essa seja a grande essência.
(...) Em linhas tortas, sempre com um novo recomeço.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Back to Top