domingo, 2 de fevereiro de 2014

Resenha: "Ponte para Terabitia"




“Então o negócio é salvar as baleias e dar um tiro nas pessoas, hein?”


Eu sei, eu sei... todos já devem ter visto o filme Ponte para Terabítia, mas o filme me despertou para ler o livro, e ver se tem a mesma "fantasia" que o filme proporciona.

{PhotoAlt}



O livro retrata a amizade de Jesse e Leslie, que se conheceram quando Leslie tornou-se vizinha de Jesse.
Leslie, com a imaginação fértil, ensina Jesse a usar sua imaginação também, inventando assim, um mundo só deles... Terabítia!
Ao longo dos vários momentos vividos pelos dois, Jess - o garoto retraído que gosta de desenhar e cuidar de animais - se afeiçoa cada vez mais à Leslie Burke.

Jess e Leslie vivem muitas aventuras ao longo da história.
Porém, uma grave notícia acaba mudando completamente a vida do garotinho que vive no interior dos EUA.

{PhotoAlt}



Depois de um longo dia de passeio no museu com sua professora de música, Jess chega em casa e recebe a terrível notícia que sua amiga Leslie faleceu, caindo da corda em que se balançavam perto do bosque.
Jess se recusa à aceitar que sua melhor amiga havia morrido, querendo assim então, esquecer que isso teria acontecido.
No outro dia, ele esquece completamente do ocorrido, fazendo suas atividades normalmente como se nada tivesse acontecido com Leslie. Preferindo acreditar que iria acordar, ir à escola, e ver Leslie novamente e falar sobre Terabítia como sempre faziam.

Jess volta a Terabítia para prestar homenagem à amiga, construindo uma ponte para que o acidente nunca mais se repitisse.

Uma história emocionante que te leva para o mundo de Jess e Leslie, com leitura simples, possuindo pequena extensão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

NO INSTAGRAM: @RUNFFE


Layout e design: Céu em Versos
CÉU EM VERSOS 2013 - 2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS