segunda-feira, 3 de março de 2014

Resenha: "O jardim secreto"




“Claro que deve existir muita mágica no mundo.
(…) São as pessoas que não sabem como ela é e nem como fazer mágica.
Talvez o primeiro passo seja só dizer que coisas boas vão acontecer até você fazer com que elas aconteçam.”



Livro infantil escrito por Frances Hodgson Burnett, e publicado no ano de 1911.


{PhotoAlt}

Mary Lennox vivia na Índia, criada por uma Ayah (nativa empregada ou babá, na Índia.), Mary recebia tudo o que queria de seus criados, porém nunca conviveu com sua mãe ou seu pai desde o nascimento. O que tornou Mary uma menina muito solitária e mal-humorada.
Após uma grande tragédia na Índia, que levou a morte tanto de seus pais quanto de seus criados, Mary é levada para a Inglaterra para seu tio, que desde então, obtém sua guarda.

Seu tio, com a mesma atitude de seus pais, quase nunca ficava em casa. Mas preocupava-se em garantir tudo que ela precisa.

Completamente sozinha, e sem amigos, Mary resolve explorar a vida fora da mansão.
Mary encontra um jardim, no qual era proibido entrar, que se mantinha fechado há dez anos.
Logo apóa o acontecimento, Mary conhece Dickon, irmão de Martha, uma das criadas da mansão. Que a ajuda a cuidar e dar vida ao jardim.




{PhotoAlt}





Em uma noite inquieta, Mary encontra em um dos quartos da mansão, seu primo Collin. Um garoto diagnosticado como doente, e que todos achavam que iria morrer logo.
Collin, assim como Mary, tinha todas as vontades feitas, com todos fazendo tudo o que ele mandava. Entretanto Mary não se deixava intimidar por ele, muito pelo contrário, quando algo à irritava, ela fazia questão de dizer à Collin o que pensava sobre seu comportamento.

Collin começou a desejar ficar mais forte para ver o jardim que Mary tanto falava. O jardim que, até então, Collin não sabia que era de sua mãe falecida. Desejava ficar mais forte para impressionar seu pai que não lhe dava atenção.
Juntos, os três não só dão vida ao jardim, como de infermo, Collin cria vida. E Mary descobre a felicidade em um jardim.


O livro é maravilhoso, assim como o filme, produzido em 1993 por Agnieszka Holland.



 

NO INSTAGRAM: @RUNFFE


Layout e design: Céu em Versos
CÉU EM VERSOS 2013 - 2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS