domingo, 11 de maio de 2014

Resenha: O diário de Anne Frank




(...) E apesar de rir e fingir que não me importo, eu me importo, sim. Gostaria de pedir de Deus que me desse outra personalidade, uma que não criasse antagonismos com todo mundo.
Mas isso é impossível. Estou presa ao caráter com o qual nasci e, mesmo assim, tenho certeza de que não sou má pessoa. Faço o máximo para agradar a todos, mais do que eles suspeitariam em num milhão de anos.



Anne Frank, foi uma adolescente alemã, vítima do holocausto.
Anne nasceu em junho de 1929 e morreu em 1945, aos quinze anos de idade em um campo de concentração.
Ela se tornou mundialmente conhecida depois da públicação de seu diário, na qual contava sua experiência do período que passou escondida com sua família em um anexo secreto durante a ocupação nazista.


{PhotoAlt}

O diário de Anne foi públicado por Miep Gies a Otto Frank após a morte de Anne Frank ser confirmada.
Anne Frank morreu de tifo, no campo de concentração Bergen-Belsen, já com 15 anos de idade.
Otto Frank, pai de Anne, foi o único dos escondidos no anexo secreto que sobreviveu no campo de concentração. Otto faleceu em 1980.


{PhotoAlt}

Com palavras singelas, Anne Frank conquistou o mundo inteiro com seu diário, que possuí mais de 30 milhões de cópias vendidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

NO INSTAGRAM: @RUNFFE


Layout e design: Céu em Versos
CÉU EM VERSOS 2013 - 2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS