domingo, 7 de junho de 2015

O poder feminino em The 100

Confesso que nunca fui tão fã de seriados de ficção científica, mas desde a primeira vez que vi The 100, me prendeu do início ao fim.

{PhotoAlt}

Vamos falar um pouco sobre a série?

A série se passa 97 anos após uma guerra nuclear devastadora que dizimou quase toda a vida na Terra. Os sobreviventes conhecidos são os moradores de doze estações espaciais em órbita da Terra, que já viviam nesta antes do fim da guerra. As estações espaciais se uniram para formar uma única estação, chamada "Arca", onde cerca de 2 400 pessoas vivem sob a liderança do Chanceler Jaha. Os recursos são escassos e todos os crimes, não importando sua natureza ou gravidade, são puníveis com a morte por ejeção ao vácuo ("flutuante"), a menos que o autor do crime seja menor de 18 anos. Depois dos sistemas de suporte de vida da Arca serem encontrados falhando criticamente, 100 prisioneiros jovens são declarados "dispensáveis" e enviados para a superfície em uma última tentativa de determinar se a Terra é habitável novamente em um programa chamado "Os 100", do qual a série recebe o nome. Os adolescentes chegam a Terra, que eles, até então, só têm visto do espaço. Era suposto que eles encontrassem refúgio e suprimentos em uma antiga instalação militar, mas aterrissaram um pouco distantes dela. Confrontando os perigos deste mundo novo acidentado, eles lutam para formar uma comunidade experimental. No entanto, eles descobrem que nem toda a humanidade foi exterminada; algumas pessoas na Terra, chamados de "terrestres", sobreviveram à guerra, e ainda há mais perigos à espreita - Ceifadores (terrestres que se tornaram canibais) e Montanhenses (que vivem na base onde os jovens deveriam ter aterrissado).
Os 100 jovens enviados encontram vários sobreviventes da guerra nuclear. Os primeiros sobreviventes encontrados, vivem em uma forma de sociedade tribal e guerreira, e dispostos a defenderem seu território se tornam hostis. Enquanto isso, a "Arca" tenta monitorar os sinais vitais dos 100 enviados para descobrir se a terra é habitável, mas passa uma crise política interna, que se agrava conforme seus recursos de sobrevivência se tornam escassos. A descoberta se a terra e habitável e uma possível evacuação torna-se uma corrida contra o tempo, assim como a luta por sobrevivência dos 100, já em guerra com os "terrestres".

O poder feminino

{PhotoAlt}

Clarke, a protagonista, é uma dessas jovens infratoras que são enviados a Terra. Filha de Abby e Jake Griffin, seu pai foi sentenciado à morte por criar um plano para expôr ao resto da nave a falha no sistema que suporta a vida na Estação – que o Chanceler e seus Conselheiros (entre eles Abby, a principal médica da nave) querem manter em segredo. Clarke acaba sendo presa após a morte do pai, pois também tenta liberar para a população a informação sobre a falha no sistema de suporte de vida.
Ao serem enviados para a Terra, Clarke torna-se líder dos 100 jovens, tornando o grupo mais pacífico possível.

{PhotoAlt}

Octavia Blake, tem o espírito livre e é aventureira, devido ao fato de ser mantida escondida toda a infância. Ela mostra elementos de bravura e espontaneidade quando é a primeira pessoa a pisar na terra.

{PhotoAlt}

Lexa, personagem da segunda temporada, é líder dos Grounders, impõe respeito e é muito poderosa. No entanto, ela é claramente vista por ser mais razoável e misericordiosa do que os outros Grounders e mais disposta a confiar nas pessoas do céu. Lexa tem mostrado ser a voz da razão entre a natureza caótica da Grounders, ela tem uma personalidade muito neutra. Depois de Costia, a mulher que ela estava apaixonada, que foi morta por um inimigo tentando obter informações sobre Lexa, ela decidiu separar-se das pessoas emocionalmente, acreditando que o amor era uma fraqueza que não podia dar ao luxo de ter.

Octavia Blake, tem o espírito livre e é aventureira, devido ao fato de ser mantida escondida toda a infância. Ela mostra elementos de bravura e espontaneidade quando é a primeira pessoa a pisar na terra.

{PhotoAlt}

Raven Reyes, tem uma personalidade forte e não tem medo de quebrar as regras. Abby observa que a personalidade de Raven é semelhante à de Clarke. Ela tem um temperamento curto como mostrado quando ela em vários momentos ataca Nygel. Ela também é muito inteligente e útil para os delinquentes e está disposta a sacrificar-se para salvar seus amigos.


Fique aqui com o trailer, e se assistir, me diz o que achou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

NO INSTAGRAM: @RUNFFE


Layout e design: Céu em Versos
CÉU EM VERSOS 2013 - 2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS